Notícias

Presidente da AMASBI participa de movimento em Brasília em favor dos municípios

23 de Novembro de 2017 Assessoria de Imprensa - AMASBI
Presidente da AMASBI participa de movimento em Brasília em favor dos municípios

O presidente da Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí – AMASBI, e prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo, esteve nos dias 21 e 22 de novembro em Brasília, participando ações voltadas a luta dos municípios. Denominado “Não Deixe os Municípios Afundarem” o movimento foi promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e entre as agendas cumpridas esteve uma passeata nos arredores do Congresso Nacional, encontro com o presidente da República, Michel Temer, e acompanhamento de votações no Congresso Nacional. 

De acordo com Cattaneo, a mobilização foi essencial para que demandas dos municípios fossem levadas a discussão. Entre as conquistas imediatas do movimento, está a aprovação de um Aporte Financeiro aos Municípios (AFM) de R$ 2 bilhões, sendo mais de R$ 135 milhões para o Rio Grande do Sul. Esse valor corresponde a metade do que foi solicitado pela CNM, que protocolou o pedido de liberação de verba extra na presidência da República, atendendo reivindicações dos prefeitos.

Outra vitória obtida foi a derrubada, por unanimidade, do veto presidencial ao Encontro de Contas, durante sessão conjunta do Congresso Nacional, também a inclusão de um membro municipalista no Conselho de Gestão da Comissão de Assuntos de Orçamento e Finanças e gerenciamento local das UPAs conforme capacidade financeira dos municípios e necessidade da população, com apoio do Ministério da Saúde e do Tribunal de Contas da União. 


Para o líder municipalista do Alto da Serra do Botucaraí, é importante que os demais entes governamentais e a sociedade estejam conscientes sobre o grave momento que municípios enfrentam, pois além da constante queda de receitas, as prefeituras estão cada vez com mais responsabilidades e não dispõem de recursos para o custeio desses trabalhos. “Cada dia os prefeitos e suas equipes precisam enfrentar desafios enormes para atender as demandas da população. Mobilizações como essa que participamos em Brasília não resolvem tudo, mas amenizam a situação que afeta a todos os municípios da nossa região”, finaliza o gestor.

Assessoria de Imprensa - AMASBI